Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 5 de março de 2009

Missão da OIE vistoria ações sanitárias em MS

São Paulo, 4 - Uma equipe da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) chega amanhã em Campo Grande (MS) para avaliar as ações sanitárias implementadas em Mato Grosso do Sul, em especial nos municípios de fronteira. Essa é a primeira vez que a entidade vem ao Estado desde a recondução de status sanitário de livre de febre aftosa com vacinação, em julho do ano passado.
De Campo Grande, a primeira parada da missão será Corumbá, onde iniciará os trabalhos da Agência de Defesa Sanitária Estadual (Iagro) na sexta-feira. No dia seguinte, o grupo embarca para a Bolívia, país que tem uma grande fronteira seca com o Brasil, para no domingo seguirem para Ponta Porã. As paradas seguintes são Pedro Juan Caballero (dia 9), reunião no Iagro de Ponta Porã (dia 10) e Mundo Novo (dia 11), onde encerram os trabalhos.

O grupo é composto por oito pessoas, sendo cinco técnicos da OIE, um técnico do Ministério da Agricultura e uma intérprete. A missão será acompanhada no Estado por fiscais agropecuários da Iagro e da Superintendência Federal da Agricultura.

Conforme o chefe do serviço de sanidade agropecuária da Superintendência Federal da Agricultura, Elvio Cazola, o Brasil trabalhou para atender todas as ações recomendadas pelo órgão internacional. "Acreditamos que os técnicos vão aprovar a evolução sanitária estadual, a exemplo das últimas missões que recebemos", disse em nota Cazola, referindo-se às duas missões da União Europeia que estiveram no Estado em janeiro.

O diretor-presidente da Iagro, Roberto Bacha, também acredita que o desempenho do Estado na avaliação será satisfatório, "pois a sanidade animal estadual vem sendo intensivamente trabalhada e fiscalizada". Assim como Bacha, a secretária da Secretaria de Desenvolvimento Agrário, Produção, Indústria, Comércio e Turismo (Seprotur), Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, também deve integrar o grupo que acompanha a missão no Estado. (Alexandre Inacio)

0 comentários: