Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 4 de março de 2009

Sanidade - São Valério recebe curso sobre Brucelose

A Adapec – Agência de Defesa Agropecuária do Estado - realiza nestas quarta e quinta-feira, dias 04 e 05, respectivamente, no munícipio de São Valério da Natividade, região Sudeste do Estado, a 290 km da capital, mais um Curso de Manejo e Aplicação de Vacina Contra Brucelose. A ação visa à capacitação de vacinadores, a fim de atender a demanda que existe no Estado.

O treinamento será ministrado pelos médicos veterinários da Adapec, Jorge Antônio Silva França e Deuzineide Sousa Fonseca Rosilho que abordarão assuntos sobre manejo e aplicação adequados da vacina. A parte teórica será ministrada nesta quarta-feira, a partir das 8h30, no Centro Cultural da cidade e a aula prática na quinta-feira, na Fazenda Santa Lídia, propriedade localizada a 18 km do município de São Valério.

“Como a vacinação contra a brucelose é obrigatória e só pode ser realizada por médico veterinário cadastrado na Adapec ou por um auxiliar de vacinação capacitado sob a responsabilidade desse profissional, nos preocupamos em capacitar pessoal suficiente para atender a demanda”, disse o presidente da Adapec, Humberto Camêlo.



Doença
A brucelose, que também é conhecida como febre de Malta, é uma doença infecciosa causada pelas bactérias do gênero Brucella. A infecção pode ocorrer por contato direto com animais infectados ou pelo consumo do seu leite e derivados não-pasteurizados. “Além disso, a contaminação pode se dar através da vacina, visto que a mesma é manipulada e produzida com a própria bactéria, por isso, a necessidade de realizar cursos onde seja apresentado o manejo e a correta aplicação da mesma”, comenta Jorge.

A pasteurização do leite é eficaz na destruição das bactérias, mas a melhor forma de prevenção é o tratamento das infecções nos animais, ou a sua eliminação e destruição. A enfermidade provoca queda da produção animal e deixa os produtos da pecuária vulneráveis às barreiras sanitárias, diminuindo a competitividade no mercado externo.

Atualmente, no Tocantins, 353 médicos veterinários da iniciativa privada estão cadastrados para fazer a vacinação e 92 estão habilitados para fazer o exame da brucelose.

A vacina é ministrada em dose única e deve ser aplicada obrigatoriamente em fêmeas bovinas e bubalinas, com idade entre três e oito meses. As bezerras imunizadas devem ter marcadas na face esquerda, a letra V juntamente com o numeral correspondente ao ano da vacinação. Após a imunização, o proprietário do animal recebe um certificado de vacinação sem o qual fica impedido de retirar a GTA – Guia de Trânsito Animal.



(Com informações da Ascom Adapec)

0 comentários: